Investir em uma Franquia é uma excelente decisão de empreendimento em um negócio. As vantagens são muitas, principalmente por comercializar uma marca com reconhecimento de mercado, um planejamento de marketing e um plano de negócios implementados e revisados e ter suporte completo da franqueadora.

Por este motivo, os valores de aquisição de uma Franquia, como a Taxa de Franquia e a Taxa de Royalties são fundamentais para que este modelo de negócio funcione da melhor forma e proporcione um ótimo retorno sobre o investimento.

Essas taxas englobam uma série de custos que um franqueado teria de assumir em um voo solo: contratar pessoal, comprar equipamentos e investir tempo e planejamento, além de esperar muito mais pela aceitação do mercado para o seu produto, pelo atingimento das vendas e o retorno do investimento.

Vamos falar um pouco mais da importância dos Royalties e da Taxa de Franquia.

Taxa de Franquia: o que é e qual a sua importância

A Taxa de Franquia é a remuneração mais importante para tornar-se um franqueado, pois representa a entrada do franqueado na rede de unidades.
É paga apenas uma vez, na assinatura do Contrato de Franquia – algumas marcas costumam cobrar a Taxa de Franquia novamente na renovação do contrato, que normalmente dura 5 anos, e isso deverá estar descrito na COF (Circular de Oferta de Franquia).
A Taxa de Franquia tem um papel fundamental na instalação e abertura da unidade franqueada. Entre alguns serviços prestados pela franqueadora através da Taxa de Franquia, estão:

Assistência na montagem da franquia

Toda a unidade franqueada deve estar montada de acordo com a identidade visual da marca – cores, padrão estético, uso da logomarca, uniformes, material promocional, cartazes e outros.

Assistência na definição do ponto comercial

A maioria das franquias faz um estudo constante de prospecção de mercados e com isso ela pode avaliar se um ponto definido pelo candidato à franquia é economicamente viável e positivo para a marca.

Ela analisa a exposição de letreiros e do imóvel, proximidade de comércios que possam prejudicar a imagem, infraestrutura existente e outros fatores. Caso não seja aprovado, a franqueadora apoia o candidato na escolha entre locais adequados.

Apoio de operação

A franqueadora presta uma consultoria para ajudar no processo de abertura legal e obtenção das autorizações e certificados legais necessários, recomendar fornecedores com que tenha preços especiais que podem ser repassados aos franqueados e esclarecer todas as dúvidas que surgirem no começo da operação.

Treinamentos e Manuais de operação

A franqueadora ministra os treinamentos das principais rotinas de uso dos seus produtos ou serviços, para que sejam comercializados dentro das suas normas de qualidade e segurança.
Também ministra o treinamento de gestão do negócio, com as características específicas do negócio e entrega os manuais que servirão de suporte para executar os procedimentos da franquia que dizem respeito diretamente à gestão da marca e que forem discutidos nos treinamentos.

Taxa de Royalties: o que é e qual a sua importância

Esta é uma taxa essencial para a manutenção de todo o relacionamento entre marca e franqueados e para o aprimoramento constante dos produtos e serviços.
Ela é cobrada periodicamente (em geral por mês) e pode ser calculada por um percentual sobre o faturamento bruto ou sobre as compras dos produtos – quando a franqueadora é a fabricante deles.

 

A Taxa de Royalties visa cobrir basicamente:

Direito de uso da marca

Você passa a ter o direito de comercializar a marca nas instalações que forem definidas para a unidade, em veículos (quando é o caso) e uniformes. Você se torna um empreendedor da marca e com isso se beneficia de toda a imagem que ela tem no mercado – e também tem a responsabilidade de representa-la de forma positiva.

Suporte da franqueadora

Todo o investimento da franqueadora em atendimento ao franqueado para resolver problemas ou dúvidas e para o canal de relacionamento, onde é possível discutir questões e esclarecer dúvidas mais amplas com a empresa e outros franqueados. Podemos incluir aqui também o desenvolvimento e melhorias de sistemas cedidos pela franqueadora.

Pesquisa e desenvolvimento

Para a franqueadora investir em melhorias para os produtos e serviços atuais e na criação de novos, aumentando a linha de fornecimento da franquia.