Empreender, para muitas pessoas, sempre parece algo muito pesado: você vai trabalhar por muitas horas, sofrer por cada mês com venda abaixo do esperado – e eles serão muitos no começo – e comemorar os meses de sucesso – que demoram a acontecer, e acima de tudo, sacrificar sua vida pessoal para atingir rapidamente os objetivos. Porém, com uma Franquia, tudo isso pode ser evitado.

franquias qualidade de vida

Trabalhar com o que gosta e ter qualidade de vida. Este é o sonho de todo profissional, que infelizmente nem sempre é possível de concretizar.

Os ambientes corporativos altamente competitivos (e nem sempre saudáveis), carreiras que acabam estagnando por causa de crises econômicas ou mudanças de panorama de mercado, sem contar a desilusão com alguns pontos da carreira quando a teoria encontra a prática.

Franquias podem aliar desejo de realização com qualidade de vida

Por esse motivo, tantas pessoas têm o propósito de empreender, abrir um negócio próprio e criar um caminho profissional independente, onde elas sejam protagonistas e tenham batalhas mais prazerosas pelas próprias metas do que pelo dinheiro de terceiros.

Porém, ter um negócio próprio parece sinônimo de muitas horas de trabalho, por meses, prejudicando a saúde e a qualidade de vida até que os resultados apareçam. Mas não precisa ser assim.

Uma Franquia pode trazer a satisfação pessoal em empreender e ver os resultados acontecerem e sem sacrificar a vida pessoal antes. Mas como fazer isso acontecer? Algumas ações simples podem ajudar você a encontrar a Franquia ideal para poder priorizar a sua qualidade de vida.

01 – Antes de começar: não se sinta exigente demais

Um negócio próprio é um investimento alto e de longo prazo e com as franquias não é diferente. Mas elas te dão uma chance maior de conciliar trabalho e qualidade de vida.

O Franchising tem muitas opções, de produtos e serviços, e certamente algumas vão se alinhar com o que você deseja. Portanto, pesquise com profundidade, para investir em algo que realmente trará o principal: motivação todos os dias.

02 – Pense nos produtos e serviços que têm afinidade com você

A escolha de uma Franquia não deve pautar-se em um produto que está vendendo muito ou que é o mais procurado.

A relação com a marca é de longo prazo e de onde você vai querer o resultado financeiro que deseja. Passar dias gerindo estoques, funcionários, metas e clientes de algo que não satisfaz você pessoalmente pode ser tão frustrante quanto um emprego que não motiva.

Franquias de restaurantes sempre performam bem até em crises, sempre há pessoas que se alimentam. Mas será que vão atuar bem nas mãos de quem não tem afinidade com o ritmo do setor?

03 – Avalie a dinâmica de trabalho das suas opções

Esse é um erro estratégico comum: se eu gosto muito e sei cozinhar, então uma franquia de restaurante é o ideal? Se gosto de cuidar de animais, uma pet shop é a melhor opção?

Nem sempre, porque você vai gerir o negócio e talvez nunca vá à cozinha ou dar banho em um cão. Em uma franquia, ter profissionais que saibam executar as rotinas é mais importante do que você saber.

Além disso, mesmo em franquias pequenas, de docerias por exemplo, o ritmo de trabalho pode estar além do que você gostaria – muitas horas, sem finais de semana, trabalho noturno. Pese todas esses aspectos e siga nas suas pesquisas.

04 – A Franquia me dará realização pessoal?

Esse é um aspecto cada vez mais importante: as pessoas querem trabalhar sentindo-se realizadas financeira e pessoalmente.

realização pessoal

Quanto mais realizado você se sentir com a dinâmica, as entregas e a satisfação dos clientes, mais motivado e certo da escolha você estará. E as Franquias dão essa oportunidade de conciliar satisfação financeira com a realização pessoal.

Franquias de Educação, por exemplo, como a Red Balloon, entregam algo que vai além das mensalidades: o prazer de ver crianças e adolescentes crescendo, progredindo rumo aos seus desafios futuros e tornando-se mais cidadãos nas salas de aula.

E com um adicional: você terá um horário de trabalho que permite os seus compromissos pessoais, incluindo os finais de semana e os períodos de férias escolares. Mas é bem provável que você sinta saudade da agitação das crianças enquanto pesca.