Uma das maiores preocupações de uma Franqueadora para o crescimento da sua rede de franquias é o Plano de Expansão – a estratégia que ela adota para estudar minuciosamente as regiões onde a marca não está presente fisicamente e para avaliar se é viável entrar naquele mercado. Por outro lado, onde ela já tem presença, a avaliação é sobre a saturação do mercado para autorizar novas unidades.

Do ponto de vista do franqueado, a presença da marca na região e a relevância da concorrência são fatores importantes para que ele decida investir em uma Franquia.

O Plano de Expansão é uma estratégia fundamental para a rede de franquias.

Mesmo operando com uma marca reconhecida e com grande visibilidade, a franqueadora sabe que diversas condições no mercado precisam ser compatíveis com o investimento que o franqueado fará e as suas expectativas.

Por esse motivo, o Plano de Expansão avalia uma série de indicadores e a questão não envolve apenas as novas unidades: a qualidade desse plano pode impactar na imagem da marca e também na atração de novos investidores.

Um desses aspectos é o nível de saturação do mercado, que influencia no market share – a participação de cada unidade e da marca como um todo nas vendas do segmento na região.

Em última análise, o market share determina se a franquia vai alcançar o faturamento, o lucro e o prazo de retorno do investimento esperados. A qualidade da concorrência pode ser o fator de maior peso:

⦁ Imagem de seus produtos ou serviços;
⦁ Tempo de funcionamento como venda direta e como rede de franquias;
⦁ Posicionamento de preços;
⦁ Vantagens competitivas e pontos fracos.

A marca, após todas as análises, pode decidir a viabilidade para abrir unidades em determinados mercados. Porém, é fundamental que o candidato conheça e discuta esses números para analisar se vale a pena abrir a Franquia com base nas suas expectativas.

O Nordeste tem potencial para investir em Franquias

Mesmo com o sucesso crescente nas últimas décadas, as Franquias ainda têm mercados relativamente novos a serem explorados.

Um deles é o Nordeste. A região tem recebido inúmeros investimentos públicos e privados ao longo dos anos e deixou de ser um ponto de partida de migrações para o Sudeste e o Sul, para se tornar um polo de atração de empresas de outros Estados e do exterior.

A recente concessão de aeroportos, os pacotes de incentivo para a instalação de novas indústrias e o crescimento do empreendedorismo local estão entre os fatos que tornam o Nordeste atraente ao Franchising.

E com uma grande vantagem: ainda não há a saturação que encontramos no Sudeste e no Sul. Esse fator pode aumentar bastante as possibilidades de sucesso com uma Franquia.

A região está crescendo, as pessoas precisam se qualificar para um cenário de mais desenvolvimento e querem consumir. Dentre os segmentos com demanda forte, estão as Franquias de Idiomas, com a Red Balloon.

Outras opções de franquias são de Hotelaria e Turismo, pelo incremento do Turismo de Negócios, e de Construção Civil.

Veja quais são os benefícios de abrir uma Franquia em mercados menos saturados como o Nordeste!

1 – Custos de abertura e operação menores

Em regiões como a Sudeste e a Sul, a abertura de uma Franquia requer um esforço grande para, por exemplo, encontrar um bom ponto comercial – e consequentemente os custos podem ser muito mais altos.

Também são mercados onde são poucos, ou não existem, os benefícios fiscais. O processo burocrático é maior para abrir e legalizar a empresa. Além disso, o custo de vida é alto em todos os segmentos, incluindo os gastos operacionais da Franquia.

Em mercados menos saturados, com a maior oferta e o interesse do poder público pelo desenvolvimento, podemos encontrar incentivos, preços melhores para imóveis, equipamentos e para os gastos cotidianos.

2 – Ser a novidade do segmento na região

Em alguns mercados, o produto da sua Franquia pode ser uma absoluta novidade – e as pessoas conhecem a marca, desejam consumir, mas não há oferta.

Podemos imaginar que diversas regiões ainda têm carência de vários produtos e serviços – cidades onde há potencial de consumo de tratamentos estéticos, por exemplo, mas não há oferta com qualidade.

Esse é o pioneirismo em um país-continente. Nesse cenário altamente favorável, a sua Franquia pode se destacar e rapidamente ganhar clientes e um bom faturamento.

 

Empreender mercados menos saturados

 

3 – Explorar o mercado com uma marca reconhecida

Em mercados menos saturados, empreender com uma marca reconhecida e que tenha uma boa imagem no mercado é um grande diferencial.

A credibilidade que a marca proporciona impulsiona o interesse, especialmente onde a concorrência é baixa.

4 – Estar pronto para surfar as ondas de crescimento

Essa é uma característica nata do empreendedor: enxergar a oportunidade onde a maioria ainda vê dificuldades.

E surfar em ondas de crescimento quando elas chegarem – e elas sempre chegam – pois já estará instalado, vendendo e sendo reconhecido.

É sempre bom ressaltar que as Áreas de Expansão das Franquias estão sempre dispostas a dialogar com investidores de todos os mercados, especialmente os menos saturados, pois representam a possibilidade de conquistar mais mercado e clientes, em uma parceria onde todos ganham.