O Franchising brasileiro nunca esteve tão dinâmico e diversificado como nos dias atuais – tanto para variados perfis como para diferentes “bolsos” de investidores. Praticamente todos os setores da economia têm marcas reconhecidas investindo em redes de franquias e está cada vez mais fácil encontrar uma que se ajuste ao seu estilo de empreender. Mas, em meio a tantas opções de franquias, como identificar as mais rentáveis?

Podemos dizer que não é uma tarefa simples, afinal o Franchising é um modelo de negócio que abrange redes com as mais variadas estimativas de lucro e prazo de retorno.

A boa notícia é que os números de desempenho são ótimos! Mesmo assim é preciso avaliar alguns dados que podem indicar quais são as redes mais rentáveis e que estão se destacando dentre as demais. Vamos falar um pouco sobre o que pode ajudar você na decisão de abrir uma Franquia.

Como você pode contribuir para uma Franquia ser rentável?

Uma Franquia pode ser muito rentável e vamos abordar algumas formas de identificá-la. Mas, a mão do franqueado faz uma grande diferença entre alcançar ou não o resultado esperado. E como o franqueado deve contribuir?

Afinidade com o produto

Gostar do produto/serviço ou ter experiência profissional com ele é fundamental para transmitir credibilidade ao mercado, motivação aos funcionários e melhorar a rentabilidade da Franquia.

Disponibilidade

É importante estar o mais presente possível na franquia para que a gestão siga as condições ideais e garanta a rentabilidade.

Gestão de custos

Você pode melhorar a rentabilidade reduzindo custos e despesas que não estão ligados diretamente à fabricação, venda do produto ou prestação do serviço – material de escritório e contratação de pessoal, por exemplo.

Qualificação

Ter experiência corporativa é um diferencial importante para gerir melhor, potencializando os lucros. Assim como buscar conhecimentos novos sobre gestão, liderança, vendas e novas metodologias podem aumentar a sua produtividade e a eficiência do negócio.

Estabilidade financeira

Além do investimento inicial e do capital de giro, é preciso ter uma reserva financeira pessoal que sustente os gastos pessoais durante o tempo de retorno da unidade. Isso contribui muito para que você trabalhe mais motivado e mais focado nos números do negócio.

E como podemos identificar as Franquias mais rentáveis?

1 – Análise o comportamento das vendas

Uma característica marcante das franquias mais rentáveis é a constância de vendas com a gestão eficaz dos custos.

Portanto, um primeiro ponto da análise é entender se a franquia é sazonal ou não. E ela pode ter um excelente período de vendas por alguns meses apenas – uma estação, por exemplo – e ainda assim sustentar a operação do ano todo e entregar uma boa rentabilidade.

Por outro lado, o lucro da época de alta certamente será usado nos meses seguintes e, com isso, a retirada efetiva vai demorar mais – e vai exigir uma gestão ainda mais forte dos custos nos meses de baixa para preservar e melhorar a rentabilidade esperada.

2 – Quais são as condições específicas do mercado

A rentabilidade de algumas Franquias pode ser oficialmente excelente e variar entre as regiões onde elas atuem. Por esse motivo, é fundamental avaliar os aspectos de mercado para definir se a franquia terá a rentabilidade projetada.

Podemos, por exemplo, ter franquias com alta rentabilidade no Nordeste e não apresentar o mesmo desempenho em outra região.

A localização, a demanda projetada, a concorrência em quantidade e proximidade territorial, o clima, os aspectos culturais, os custos locais e os preços sugeridos são fatores importantes para entender se a franquia está entre as mais rentáveis para aquela região.

Além da rentabilidade, como uma Franquia pode proporcionar estabilidade?

 

 

3 – Qual é a garantia de faturamento

As franquias que têm a recorrência de faturamento estão entre as mais rentáveis do mercado. São aquelas onde a venda exige a fidelidade do cliente por um espaço de tempo – as mensalidades em uma Franquia de Escola de Idiomas, por exemplo.

Cada nova venda fechada é uma nova receita planejada e com uma variação muito pequena nos custos. Desta forma é possível obter uma rentabilidade maior trabalhando na ampliação da carteira de clientes e na manutenção ou redução dos custos operacionais.

4 – Quais são os custos operacionais da franquia

Quanto mais estável for o custo operacional ao longo do tempo, e independente do faturamento, mais rentável a rede poderá ser.

Isso é bastante presente nas Franquias de Educação, onde o aumento de matrículas fechadas ou projetos vendidos não provoca um aumento automático de custos diretos – número de professores, por exemplo.

Esse ponto positivo reforça a necessidade de que os custos diretos e indiretos sejam previstos da forma mais realista possível – o custo professor pode parecer significativo no começo, mas a rentabilidade virá à medida que as turmas forem preenchidas.

5 – Qual é o valor médio dos produtos ou serviços oferecidos

Existe uma tendência de pensamento de que franquias de baixo custo podem oferecer mais rentabilidade, porque a margem de lucro seria maior. Porém, o fator principal do negócio é o preço praticado.

Por esse motivo, as redes mais rentáveis estão na área de Serviços Educacionais ou Empresariais. São negócios que oferecem serviços especializados e com alto valor agregado, além de operarem com estruturas sem a complexidade de produção, estoques e logística e suas diversas despesas relacionadas.